10 clipes para conhecer: Patrick Daughters

Por: Cleber Facchi

É muito provável que você nunca tenha ouvido falar de Patrick Daughters ou se ouviu já deve ter até esquecido, mas quando o assunto são seus clipes você não somente já deve ter os visto, como certamente deve tê-los na sua lista de prediletos. Ainda não sabe do que estamos falando? Então que tal o clipe de 1234 da canadense Feist, Gold Lion dos nova-iorquinos do Yeah Yeah Yeahs ou quem sabe ainda o sertanejo dançante King Of The Rodeo da banda Kings of Leon. Saiba que todos esses videoclipes passaram pelas mãos de Daughters.

Além de ter se envolvido com o cinema durante a faculdade, quando três curtas produzidos por ele foram premiados em festivais, Patrick também estudou psicologia. Porém foi com a câmera nas mãos que o rapaz resolveu seguir carreira. Frequentador assíduo das festas e shows de bandas alternativas que começavam a despontar nos subúrbios nova-iorquinos, o diretor logo virou amigo de gente como Karen O e demais artistas da nova geração. Foi justamente através do Yeah Yeah Yeahs que o rapaz lançou seu primeiro clipe através da música Date with the Night. O que poderia se resumir a uma simples apresentação do trio, assim como tantos outros clipes, nas mãos de Daughters se transforma em uma colagem de imagens que conseguem captar toda e excentricidade e energia da banda.

A parceria com o grupo deu tão certo que o diretor foi convidado para dirigir outros três clipes, todos com uma boa repercussão. Não tardou para que logo fosse chamado para dirigir outros trabalhos naquele período. Patrick se especializou em filmar as bandas tocando, porém sempre inserindo alguma coisa inovadora por cima para evitar repetições. Aos poucos seus clipes foram ficando mais e mais sofisticados, como quando “operou” Ben Gibbard do Death Cab For Cutie no vídeo de Title and Registration.

Mesmo responsável por uma série de excelentes clipes como Phantom Limb do The Shins, 101 de Albert Hammond Jr e Stockholm Syndrome do Muse, seria com a direção de uma dança inusitada para a faixa 1234 de Feist, que seu trabalho seria mundialmente reconhecido. Unindo dançarinos com roupas coloridas, ângulos milimetricamente calculados e uma câmera que passeia o tempo todo durante a execução dos passos de dança, Daughters faria com que inúmeras pessoas ao redor do mundo tentassem imitar seu feito o desenvolver versões para o clipe. Ainda ao lado de Feist o diretor lançaria no ano seguinte um vídeo para a excelente I Feel It All com a cantora fazendo explodir faíscas ao ritmo da canção.

Paralelo à carreira como diretor de videoclipes Doughters atua na produção de curtas-metragens e comerciais para televisão. Dentre as várias propagandas elaboradas por ele está o anúncio do player de música Zune da Microsoft.

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=1XmbvfxMiUE]

Death Cab For Cutie – “Title and Registration”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=jMMkP_ofpXg]

Yeah Yeah Yeahs – “Gold Lion”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=AnZmWE8JG3M]

Kings Of Leon – “The Bucket”

 

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=OkITsv3Nk6M]

The Shins – “Phantom Limb”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=yDSK91mUNLU]

Mika – “Big Girl (You Are Beautiful)”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=eAaXS_wioYg]

Interpol – “No I In Threesome”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ABYnqp-bxvg]

Feist – “1234”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=l-iAS18rv68]

Feist – “I Feel It All”

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=cIWMWCcpO_Y]

Department Of Eagles – “No One Does It Like You”

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Jn84clPVbG4]

No Age – “Fever Dreaming”