""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Disco: “Monarchy”, Monarchy

Monarchy
Electronic/Synthpop/Electro
http://www.myspace.com/monarchysound

Basta sintonizar qualquer estação de rádio FM que dentro de meia hora alguma música eletrônica vai tocar. No geral são canções repetitivas feitas para viciar o ouvinte durante os minutos de sua execução. São músicas em sua maioria sem conteúdo, hits grudentos, tecladinhos carismáticos que se transformam nas anuais canções de verão ou o número um das paradas de sucesso. O disco de estreia da misteriosa Monarchy é basicamente isso: música eletrônica viciante, porém, com conteúdo.

Ao ouvir o disco do silencioso duo Petter Uzzle e Edward Nigma (Puzzle e Enigma), que se recusam a dar entrevistas e mantém a sua aura de mistério, não espere pelas batidas intensas de nomes como Justice ou Daft Punk. Os sintetizadores e a levada Soul Music é que predominam em todas as 11 faixas do álbum.

O disco abre com a dramática faixa Black, The Color of My Heartcom seu refrão viciante (música essa perfeita para as pistas), passando por The Phoenix Alive, já bem mais agitada e imersa em um clima anos 80, com seu tecladinho característico e que poderia ter saído de algum disco do Pet Shop Boys. Seguindo temos Maybe I’m Crazy (a melhor faixa do álbum) além de We Were Young ou mesmo Call, enfim, uma sucessão de excelentes músicas perfeitas para a pista.

O Monarchy consegue em seu primeiro trabalho unir música pop comercial e de fácil execução radiofônica com música eletrônica conceitual e sonoramente bem desenvolvida. Sem dúvida um dos bons discos do ano para encabeçar centenas de listas por ai ou no mínimo para servir de trilha sonora nas inúmeras festas que ainda estão por vir.

Monarchy (2011)

1. Black, The Colour Of My Heart
2. The Phoenix Alive
3. Love Get Out Of My Way
4. Maybe I’m Crazy
5. You Don’t Want To Dance With Me
6. Around The Sun
7. We Were Young
8. Floating Cars
9. Gold In The Fire
10. Call
11. Travelling By Ambulance

Nota: 8.2
Para quem gosta de: Daft Punk, Miami Horror e Basement Jaxx
Ouça: The Phoenix Alive, Let’s Get Out Of My Way e Maybe I’m Crazy

Veja também:

Criador do Miojo Indie, trabalhou como coordenador de Mídias Sociais na Editora Abril, editor de entretenimento e cultura no Huffington Post e hoje é editor de conteúdo no Itaú. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil como presente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend