Angel Haze: “Werkin’ Girls”

.

Foi só Azealia Banks fazer sucesso e lançar os primeiros trabalhos que uma nova leva de rappeers mulheres na casa dos 20 anos (ou menos) começaram a surgir por todos os cantos. Se algumas são cópias sinceras do trabalho da artista, pelo menos em se tratando de Angel Haze temos um mínimo toque de novidade. Menos “pervertida” que a conterrânea e envolta por uma produção mais tradicional (e menos eletrônica), a nova-iorquina faz da recente Werkin’ Girls um belo cartão de visitas, costurando versos firmes com batidas que olham diretamente para os sons do rap que tanto definiram a década de 1990.

.

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/52520221″ iframe=”true” /]

Angel Haze – Werkin’ Girls

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.