""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Arcade Fire: “Afterlife”

Reflektor

.

Às vésperas de apresentar o disco mais aguardado de 2013 – já foram pelo menos cinco nesse nível durante o ano -, os canadenses do Arcade Fire expandem o território de Reflektor com uma faixa que parece flutuar com acerto entre o passado e o presente da banda. Em Afterlife, longe do ritmo sintético exposto com grandeza na faixa-título, Win Butler e os parceiros de banda reforçam uma versão dançante dos mesmos inventos deixados para trás em Neon Bible. Sintetizadores, batidas e guitarras que, assim como no single anterior, se fecham em um loop próximo de um invento hipnótico, perfeito para as pistas, mas ainda assim capaz de ir além desse possível limite.

Melódica e dotada de uma letra que comprova toda a aproximação do grupo com o grande público, algo já testado no trabalho anterior, as canção viaja entre manuseios simples de harmonias e acordes marcados pelo suingue, deixando para os vocais de Butler e da esposa Régine Chassagne toda a beleza vocal da canção. Lançada em um curioso lyric video, a canção utiliza de cenas do filme brasileiro Orfeu Negro (1959) como um plano de fundo para os versos, comprovando a relação do grupo com a cultura latina e a essência negra nas Américas, algo já comentado antes em nosso especial Aquecimento.

.


Arcade Fire – Afterlife