Ariel Pink: “Time To Live” (VÍDEO)

 

É incrível como Ariel Pink, mesmo próximo de um som cada vez mais comercial, acessível, parece preservar a própria identidade artística. Parte de uma geração de artistas que produziram os próprios trabalhos de forma artesanal, dentro de estúdios caseiros e a custos baixíssimos, o músico norte-americano alcança o 11º álbum de estúdio ampliando conceitualmente a mesma estética, porém, testando os próprios limites criativos, efeito reforçado no uso de boas melodias e versos sempre descomplicados.

Produto direto das experiências que abasteceram o elogiado pom pom (2014), último registro de inéditas do músico original de Los Angeles, California, Dedicated to Bobby Jameson (2017, Mexican Summer) flutua em meio a ambientações hipnagógicas, diálogos com o rock psicodélico dos anos 1970 e doses controladas de ruídos. Um imenso labirinto instrumental, ponto de partida para confissão de sentimentos (Feels Like Heaven) e pequenas experimentações com a música pop (Santa’s In The Closet). Leia o texto completo.

Uma das melhores composições do novo álbum de Ariel Pink, Dedicated to Bobby Jameson (2017), a psicodélica Time To Live se transforma em um estranho curta de terror nas imagens do diretor Gorsad.

 

Ariel Pink – Time To Live

Veja também:


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend