BaianaSystem: “Miçanga” (part. Antônio Carlos & Jocafi)


Tem sido uma experiência bastante satisfatória acompanhar o trabalho do BaianaSystem nos últimos meses. Passado o lançamento do excelente O Futuro Não Demora – 7º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2019 –, o coletivo baiano tem se revezado na composição de uma série de faixas inéditas. São criações colaborativas, como Libertação, encontro com a cantora Elza Soares, ou mesmo a ainda recente Cabeça de Papel, música de essência circense que reflete o forte aspecto político do grupo encabeçado por Russo Passapusso, Roberto Barreto e Marcelo Seco.

O mesmo acerto acaba se refletindo na inédita Miçanga. Trata-se de uma colaboração entre o coletivo baiano e os veteranos Antônio Carlos e Jocafi. Parceiros em algumas das principais faixas apresentadas em O Futuro Não Demora, caso de Água e Salve, o grupo se reencontra agora em uma canção marcada pela quentura dos arranjos, citações ao clássico popular Caranguejo peixe é (“Caranguejo não é peixe / Caranguejo peixe é“), e guitarras sempre em destaque, abrasivas, como uma versão futurística do mesmo axé produzido pela dupla baiana em meados da década de 1970.



BaianaSystem – Miçanga (part. Antônio Carlos & Jocafi)


Deixe uma resposta