Bill Callahan: “Pigeons”


Bill Callahan decidiu não esperar para investir em um novo registro de inéditas. Pouco mais de um ano após a entrega de Shepherd in a Sheepskin Vest – 25º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2019 –, o cantor e compositor norte-americano anuncia para o mês de setembro a chegada de mais um trabalho de estúdio. Intitulado Gold Record (2020), o álbum conta com nove músicas inéditas e uma releitura de Let’s Move to the Country, faixa originalmente lançada como parte do clássico Knock Knock (1999), grande obra do Smog, antiga banda de Callahan.

Como preparativo para a chegada do trabalho, Callahan revelou ao público a inédita e introdutória Pigeons. Típica criação do músico norte-americano, a canção segue em meio a ambientações contidas e versos semi-declamados, evocando a obra de Leonard Cohen. “Olá, eu sou Johnny Cash”, brinca logo nos primeiros segundos da faixa, como se preparasse o terreno para a seleção de paisagens descritivas e personagens que movimentam a estranha narrativa da composição, como um resgate da mesma atmosfera detalhada em obras como Apocalypse (2011) e Dream River (2013).


Gold Record

01 Pigeons
02 Another Song
03 35
04 Protest Song
05 The Mackenzies
06 Let’s Move to the Country
07 Breakfast
08 Cowboy
09 Ry Cooder
10 As I Wander

Gold Record (2020) será lançado em 4/9 via Drag City. 



Bill Callahan – Pigeons