Bon Iver: “22 (OVER S∞∞N)” / “10 d E A T h b R E a s T ⊠ ⊠”

A ambientação sintética de Beth/Rest, faixa de encerramento do segundo registro de inéditas de Bon Iver, parecia indicar a busca de Justin Vernon por um mundo de novas possibilidades e experimentos eletrônicos. Longe do folk intimista que abasteceu o clássico For Emma, Forever Ago (2007), o cantor e compositor norte-americano decidiu se concentrar no uso de temas eletrônicos que vão dos arranjos ao uso da voz – sempre maquiada pelo auto-tune -, proposta que parece orientar o aguardado terceiro registro de estúdio do músico: 22, A Million (2016).

Primeiro álbum de inéditas do Bon Iver em cinco anos, o novo trabalho sustenta nas recém-lançadas 22 (OVER S∞∞N) e 10 d E A T h b R E a s T ⊠ ⊠ (Extended Versions) parte dos experimentos que devem orientar o ainda inédito registro. São fragmentos de vozes recortados, sintetizadores tortos e a voz serena de Vernon, posicionada ao fundo da canção, como se os experimentos estivessem em destaque. Difícil não lembrar de James Blake e Kanye West, artistas com que o músico de Wisconsin vem colaborando nos últimos anos.

22, A Million (2016) será lançado no dia 30/09 via Jagjaguwar.

Bon Iver – 22 (OVER S∞∞N) [Bob Moose Extended Cab Version]

Bon Iver – 10 d E A T h b R E a s T ⚄ ⚄ (Extended Version)