Bruna Mendez: “Calor, Sol e Sal” (VÍDEO)


Bruna Mendez parece seguir o caminho oposto de grande parte dos artistas originais da cidade de Goiânia. Longe da psicodelia, cores e parcial estado de leveza que abastece a obra de conterrâneos como Carne Doce e Boogarins, sobrevive na voz arrastada, versos entristecidos e melodias acinzentadas a base de cada canção assinada em parceria entre a cantora e Michelly Jardim. Retalhos melancólicos que se agrupam sem pressa dentro do primeiro álbum de estúdio da musicista, O Mesmo Mar que Nega a Terra Cede à sua Calma (2016, Falante).

Observado de forma atenta, Mendez parece se relacionar muito mais com a presente safra da música mineira do que com a essência colorida do som produzida dentro da própria cidade de origem. Difícil não lembrar do trabalho assumido pela cantora Jennifer Souza e os parceiros da Transmissor – principalmente no álbum De Lá Não Ando Só, de 2014. Mesmo a voz de Mendez, por vezes íntima do estilo de Elis Regina, soa como uma delicada interpretação da obra de Milton Nascimento pela eterna Pimentinha. Leia o texto completo.

Com direção de Diana Boccara e Leo Longo, do Couple of Things, Calor, Sol e Sal é o mais novo clipe da cantora e compositora goiana Bruna Mendez. A canção faz parte do ótimo O Mesmo Mar que Nega a Terra Cede à sua Calma – 5º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2016.


Bruna Mendez – Calor, Sol e Sal