Ouça | Cadu Tenório: “Isekai blue thirty-four”


Um dos nomes mais interessantes da música experimental brasileira, Cadu Tenório está de volta com um novo trabalho de estúdio. Em Isekai blue thirty-four (2019), o produtor carioca continua a investir na composição de faixas puramente atmosféricas, detalhando camadas de sintetizadores, abstrações ocasionais e instantes de forte imersão, como a passagem para um universo desvendado em essência pelo próprio artista. Um delicado exercício criativo que sutilmente dialoga com a obra de estrangeiros como Oneohtrix Point Never, Forest Swords e outros articuladores do gênero.

Com distribuição pelo selo Sinewave, o trabalho conta ainda com uma edição física lançada pelo Blue Tapes, selo britânico especializado em fitas cassete. Nos últimos meses, Tenório, que já colaborou com Juçara Marçal no excelente Anganga — 42º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2015 —, deu vida a uma seleção de obras inéditas. São registros como os complementares Corrupted Data蝶とクジラ (2018) e Corrupted Data孤独死 (2019) em que o artista se concentra em brincar com a criativa desconstrução das formas instrumentais e temas eletrônicos.


Cadu Tenório – Isekai blue thirty-four