Cambriana: “Manaus” (VÍDEO)

 

Em um universo de artistas ainda embrionários, porém, hoje cultuados, como Carne Doce e Boogarins, House of Tolerance (2012), álbum de estreia do grupo Cambriana, talvez seja um dos primeiros exemplares da cena goiana a atrair maior atenção do público para além do núcleo sertanejo que parecia movimentar música local. Entre versos cantados em inglês e melodias crescentes que pareciam dialogar com o trabalho de estrangeiros como Grizzly Bear e Arcade Fire, cada composição do elogiado debute parecia servir de passagem para um novo ambiente criativo, conceito posteriormente reforçado durante o lançamento do EP Worker (2013), registro de seis faixas entregue meses mais tarde.

Entretanto, importante notar que mesmo a boa repercussão em torno do álbum não impediu que a banda mergulhasse em um longo período de hiato. Com os membros espalhados em diferentes projetos — como o paralelo Ara Macao, do vocalista e líder Luís Calil —, restou ao público esperar pacientemente por um possível regresso do grupo de Goiás. Uma espera angustiada que se estendeu por mais de cinco anos, até a recente entrega de Center of Universe, primeiro fragmento do novo álbum de inéditas do coletivo goiano, o experimental Manaus Vidaloka (2018, Independente). Leia o texto completo.

Em um universo de composições alucinantes que abastecem o novo trabalho de estúdio do grupo goiano Cambiana, Manaus Vidaloka (2018), uma dessas criações se destaca: Manaus. Marcada pela colagem de ritmos e vozes, a canção sintetiza de forma natural parte da sonoridade louca incorporada ao segundo álbum de inéditas da banda. Não por acaso, a faixa foi escolhida para se transformar no mais novo clipe do grupo, trabalho que conta com direção e edição do próprio vocalista e líder Luis Calil.

 

Cambriana – Manaus


Send this to friend