Carabobina: “Pra Variar”


Formado pelos músicos Raphael Vaz, o Fefel da Boogarins, e Alejandra Luciani, artista venezuelana que mora há seis anos no país e trabalha como engenheira de som em estúdios e palcos, o Carabobina é um projeto de pop psicodélico que parece pensado para grudar na cabeça do ouvinte. Em lenta gestação desde 2017, a banda anuncia para o início de novembro a chegada do primeiro álbum de estúdio da carreira. Com produção assinada de forma colaborativa entre os dois artistas, o registro deve ampliar tudo aquilo que Vaz tem produzido em sua principal banda, tratamento que se reflete com naturalidade na inédita Pra Variar.

Composição escolhida para anunciar a chegada do trabalho, a faixa de apenas dois minutos ganha forma em meio a incontáveis camadas de sintetizadores, ruídos e ambientações delirantes. É como se cada fragmento da canção transportasse o ouvinte para um novo território criativo, sempre imprevisível, conceito que se reflete do primeiro ao último instante da música. “Derramei de tudo dentro daqui / Deixo secar, espero secar / Me afoguei nas coisas que não se vão / Dói um pouquinho, só um pouquinho“, cresce a letra da faixa que antecipa uma série de conceitos que serão apresentados ao longo do álbum.



Carabobina – Pra Variar