Caribou: “Never Come Back” / “Sister” (Floating Points Remix)


Dan Snaith não tem economizado na divulgação do excelente Suddenly (2020). Primeiro registro de inéditas do Caribou em cinco anos e um dos melhores discos lançados no primeiro semestre, o trabalho tem recebido uma série de adaptações e remixes assinados por diferentes colaboradores e artistas próximos do produtor canadense. É o caso da ainda recente releitura de Never Come Back, uma das principais composições do álbum e faixa que contou com novo tratamento nas mãos do britânico Kieran Hebden, o Four Tet, parceiro de longa data do artista norte-americano.

Dando sequência ao processo de divulgação do trabalho, Snaith entrega ao público dois novos remixes relacionados à obra. Com assinatura de Floating Points, artista que lançou no último ano o excelente Crush (2019), as versões para Sister e Never Come Back sutilmente ampliam tudo aquilo que Caribou parecia testar no repertório de Suddenly. São camadas de sintetizadores, um novo tratamento dado às batidas, além, claro, do uso quase instrumental da voz. Instantes em que o produtor britânico utiliza de uma série de elementos da própria obra para brincar com as criações do canadense.



Caribou – Never Come Back / Sister (Floating Points Remix)

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.