Carne Doce: “Golpista” (VÍDEO)

 

A vulnerabilidade talvez seja a principal marca do terceiro e mais recente álbum de estúdio do Carne Doce, Tônus (2018, Independente). Do momento em que tem início, em Comida Amarga (“Eu cato as sobras / Dos teus sinais / Eu sou a sobra / Junto com as sobras“), passando pela construção de faixas como Nova Nova (“Te deixando apaixonado / Te deixando só a dor / E aí você vai entender / E aí, enfim, se vê em mim“), cada fragmento do registro reflete com naturalidade a entrega e melancólica exposição do eu lírico, conceito que vem sendo aprimorado pelo grupo goiano desde a estreia com o homônimo disco de 2014.

A diferença em relação aos demais trabalhos da banda, principalmente o último, o provocativo Princesa (2016), está na forma como o grupo parece lidar com menos. Da bateria econômica de Ricardo Machado, passando pelo baixo pontual de Aderson Maia, às guitarras de Macloys Aquino e João Victor Santana, também responsável pelos sintetizadores cósmicos que recheiam o disco, tudo se projeta de forma contida. Movimentos sempre calculados revelam a delicada veste instrumental que protege e cerca os poemas assinados pela vocalista Salma Jô. Leia o texto completo.

Utilizando de trechos do curta-metragem A Militante, de Pedro Novaes, os integrantes do Carne Doce apresentam o mais novo clipe da banda. A canção escolhida foi a ótima Golpista, faixa de encerramento do terceiro e mais recente álbum de estúdio do grupo goiano, Tônus (2018).

 

Carne Doce – Golpista


One thought on “Carne Doce: “Golpista” (VÍDEO)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend