Carne Doce: “Passivo”

A intimidade do casal Salma Jô e Macloys Aquino sempre foi a base do Carne Doce. Basta voltar os ouvidos para as primeiras canções da dupla e todo o material lançado em Dos Namorados EP, de 2013, para perceber isso. Todavia, ao visitar o território sujo-psicodélico desbravado em Passivo, mais recente composição da coletivo goiana, toda essa intimidade inicial se exalta de forma evidente, escapando do ambiente confessional inicialmente sustentado pela dupla, para mergulhar em um plano quente, provocante e profundamente erótico.

Como a própria banda apresentou em release, a nova música serve como uma representação de toda a sexualidade exposta no trabalho das principais cantoras de Funk Carioca no Brasil. Parte da faixa também serve como uma interpretação musical do acervo visual registrado em Erotica Universalis, livro do historiador Gilles Néret que reúne imagens eróticas lançadas desde a antiguidade até a idade moderna. É este mesmo material que inspira o vídeo da provocante composição, trabalho que conta com a edição assinada por Moisés Costa.

Assim como a intensa Sertão Urbano, apresentada há poucos meses, Passivo é uma das faixas que integram o álbum de estreia do Carne Doce, registro de 10 composições e que deve aparecer até o fim de outubro.

.

Carne Doce – Passivo