Catavento: “CHA”

Nove faixas, pouco menos de 40 minutos de duração. Assim é o recém-lançado CHA (2016), segundo e mais novo álbum de estúdio do coletivo gaúcho Catavento, o trabalho movido por temas garageiros/psicodélicos mostra a transformação do grupo de Caxias do Sul em relação ao disco entregue há dois anos, Lost Youth Against The Rush (2014). Vozes e experimentos ecoados, como um diálogo com a obra de artistas como Ty Segall, Tame Impala e Thee Oh Sees.

Além de Plantinha e City’s Angel, composições apresentadas pelo grupo nas últimas semanas, o álbum entrega ao público alguns destaques, caso da cósmica Red Lagoa, um complexo exercício de experimentação que que flutua entre o começo da década de 1970 e a presente geração da música psicodélica. Com lançamento pelo selo gaúcho Honey Bomb Records – casa de bandas como Bike e Supervão –, o trabalho já pode ser ouvido gratuitamente:



Catavento – CHA


One thought on “Catavento: “CHA”

Comments are closed.