Category Archives: Clipes

Stefanini: “Canto de Fuga” (VÍDEO)

.

Canto de Fuga, uma das melhores composições do álbum Onde EP (2015), estreia do goiano Stefanini, acaba de se transformar em clipe. Dirigido por Rafael Stefanini e Gleison Fernando, o vídeo brinca com imagens antigas, fragmentos recortados de diferentes estéticas, além, claro, de todo um visual neon-empoeirado que parece típico de grandes representantes da vaporwave. Um delírio que parece ter escapado diretamente do encarte digital do próprio EP.

Lançado em novembro do último ano, Onde EP conta com acervo de quatro composições inéditas produzidas pelo paulistano Pedrowl – um dos responsáveis pela produção de Veneno (2015), último álbum de estúdio da Banda Uó. Entre os destaques do trabalho, É Tarde, composição em parceria entre Stefanini e o rapper paulistano Rico Dalasam.

.

Stefanini – Canto de Fuga

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , ,

Leon Bridges: “River” (VÍDEO)

.

Leon Bridges é um nostálgico. Nascido em julho de 1989 na cidade de Atlanta, Georgia, o cantor e compositor norte-americano parece viver em um mundo em preto e branco, vozes captadas em baixa fidelidade e temas que instantaneamente remetem ao som projetado na década de 1960. Orientado por Otis Redding, Al Green, Sam Cooke e outros gigantes do Soul e R&B do mesmo período, o novato (finalmente) abre as portas do primeiro disco solo: Coming Home (2015, Columbia).

Catálogo empoeirado de canções românticas, entristecidas e até mesmo dançantes, o registro segue um caminho isolado em relação a diferentes conterrâneos da música negra recente. Oposto ao trabalho de Janelle Monáe, Adele, Raphael Saadiq e tantos outros artistas interessados em brincar com referências lançadas há mais de quatro décadas, ao mergulhar no primeiro álbum solo de Bridges, a proposta assumida pelo cantor é clara e imutável. Trata-se de uma visita breve ao passado, como uma tentativa de replicar sons, temas e conceitos sem necessariamente investir na transformação. Leia o texto completo.

Com quase sete minutos de duração, River é o novo clipe do cantor e compositor Leon Bridges. A direção do trabalho leva a assinatura de Miles Jay.

.

Leon Bridges – River

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , ,

Jessy Lanza: “It Means I Love You” (VÍDEO)

.

Com a apresentação do EP You Never Show Your Love, em junho do último ano, Jessy Lanza conseguiu criar bastante expectativa para o segundo álbum em carreira solo. Batizado Oh No (2016), o novo registro conta com distribuição pelo selo Hyperdub e parece reforçar ainda mais a relação da cantora/produtora britânica com uma série de elementos da música eletrônica local, sonoridade que abastece as batidas e vozes da recém-lançada It Means I Love You.

Uma das composições que integram o sucessor de Pull My Hair Back, álbum lançado em 2013, a faixa de quase cinco minutos se divide abertamente entre o experimento – contido nos arranjos e efeitos eletrônicos – e a sutileza da música pop – uma das principais marcas da voz doce de Lanza. Algo muito próximo ao material apresentado nos trabalhos de Down Richard e Kelela no último ano.

Oh No (2016) será lançado no dia 13/05 pelo selo Hyberdub.

.

Jessy Lanza – It Means I Love You

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , ,

Tortoise: “Yonder Blue” (VÍDEO)

.

São mais de duas décadas de carreira e um bem-sucedido catálogo de obras que passeia pelo jazz (T.N.T.), pós-rock (Millions Now Living Will Never Die) e música eletrônica (Beacons of Ancestorship) de forma sempre provocativa, curiosa. Um constante ziguezaguear de referências que faz de The Catastrophist (2016, Thrill Jockey), primeiro álbum do Tortoise depois de um intervalo de sete anos, a base para um possível novo universo de descobertas instrumentais.

Trabalho de “reencontro”, o disco de 11 composições inéditas, sétimo na discografia da banda, parece pensado como um resumo torto de todo o vasto acervo de canções produzidas nos últimos 20 anos. Uma propositada ausência de linearidade que faz com que o ouvinte se pergunte em diversos momentos: “O que está acontecendo? O que o Tortoise está tentando me mostrar?”. Leia o texto completo.

Escolhida para se transformar no novo clipe do Tortoise, Yonder Blue, faixa composta em parceria com Georgia Hubley, do Yo La Tengo, conta com um vídeo dirigido por Joe Martinez Jr. Assista:

.

Tortoise – Yonder Blue

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , ,

Rico Dalasam: “Riquíssima” (VÍDEO)

.

Um dos 50 Melhores Discos Nacionais de 2015, Modo Diverso EP, mais recente trabalho em estúdio do rapper paulistano Rico Dalasam continua rendendo bons frutos. Quarta faixa do álbum, Riquíssima foi a composição escolhida para se transformar no mais novo clipe de Dalasam. Um passeio luxuoso pela cidade de Londres, cenário onde o rapper se apresentou no último ano.

Seguindo a letra da música – repleta de referências ao universo LGBT -, Dalasam se diverte, visita e dança pela capital inglesa. O clipe conta com direção e animação de Oga Mendonça.

.

Rico Dalasam – Riquíssima

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , ,

Grimes: “Kill V. Maim” (VÍDEO)

.

Em agosto de 2013, convidada a participar de uma das edições da série Boiler Room, Grimes causou polêmica por conta do repertório apresentado ao público. Entre canções autorais e faixas de outros artistas, o que de fato chamou a atenção foi a avalanche de composições pop que preencheram o set da artista canadense. Taylor Swift, Mariah Carrey, Skrillex e até o “clássico” We’re Going to Ibiza, do grupo holandês Vengaboys. Acusada de trollar o projeto, no Twitter, a cantora se defendeu: “Eu não acho que exista um ‘livro de regras’ dos DJs. Nada do que eu faço é irônico”.

Ainda que a apresentação não tenha sido publicada no canal do Boiler Room, no Youtube, mesmo sob o pedido e petição do público, com a “curiosa” performance, Grimes parecia indicar o caminho que seria musicalmente incorporado após a divulgação do etéreo Visions (2012). Em busca de um som cada vez mais pop, a artista se mudou para Los Angeles, acabou se envolvendo com figurões da música local, lançou a pegajosa Go – faixa originalmente composta para Rihanna -, e, poucos meses depois, insatisfeita com o resultado do material produzido, decidiu abandonar tudo e trabalhar sozinha no Canadá. Fruto desse universo de novas experiências, mudanças e relações conturbadas, Art Angels (2015, 4AD), quarto álbum de estúdio de Grimes, reforça a busca da artista canadense por um som completamente distinto em relação ao material entregue há três anos. Leia o texto completo.

Dirigido pela própria Claire Boucher, o clipe de Kill V. Maim concentra tudo o que há de mais curioso dentro do universo particular da canadense. Roupas espalhafatosas, coreografias excêntricas, animações, referências ao universo dos video games e até uma rave banhada em sangue.

.



Grimes – Kill V. Maim

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , ,

Whitney: “No Woman” (VÍDEO)

.

Casa de artistas como Antony and The Johnsons, jj e The War On Drugs, o selo norte-americano Secretly Canadien reserva para os próximos meses a chegada do primeiro álbum de estúdio do coletivo Whitney. Original da cidade de Chicago, o projeto de Indie Folk soa como uma delicada adaptação do trabalho produzido por diferentes representantes da cena norte-americana. Nomes vindos de campos distintos como Neutral Milk Hotel, Beirut, The Shins ou mesmo Fleet Foxes.

Em No Woman, mais recente composição apresentado pelo grupo, um resumo das melodias delicadas que devem orientar o primeiro álbum de inéditas do septeto. Um rico catálogo de vozes tímidas, versos apaixonadas, metais, arranjos de cordas e uso sempre controlado dos instrumentos de percussão, como se todos os elementos fossem encaixados lentamente no interior da faixa.

.

Whitney – No Woman

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , ,

Odesza: “It’s Only” (feat. Zyra) [VÍDEO]

.

Uma das principais atrações da tenda eletrônica do Lollapalooza Brasil 2016, o duo norte-americano Odesza está de volta com um novo clipe. Trata-se de It’s Only, composição montada em parceria com a cantora Zyra, uma das principais colaboradoras da dupla dentro do segundo álbum de inéditas, o ótimo In Return (2014).

Transformada em clipe pelo diretor Dan Brown, a canção, uma delicada sobreposição de batidas, sintetizadores vozes sempre crescentes, serve de estímulo para um dos registros visuais mais poderosos já lançados pelo Odesza. Uma colagem de cenas em preto e branco que começa pela antiguidade, passa pela história de Don Quixote, mergulha em guerras, conflitos, mortes e relacionamentos até alcançar o presente e mais uma vez regressar ao passado.

.

Odesza – It’s Only (feat. Zyra)

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , ,

Aristophanes 貍貓: “As You Want” (VÍDEO)

.

Dias após o lançamento da ótima Dreams of Cave, a rapper taiwanesa Aristophanes 貍貓 já está de volta com uma nova composição inédita. Em As You Want, uma das canções que abastecem o primeiro EP solo da artista, No Rush to Leave Dreams (2016), vozes, batidas e efeitos eletrônicos parecem crescer lentamente, rompendo de maneira explícita com o mesmo som explosivo ressaltado pela rapper no último single ou mesmo na furiosa parceria com Grimes em Art Angels (2015).

O resultado está na construção de uma faixa que dialoga diretamente com as antigas canções de Aristophanes 貍貓. Faixas como Left and Right e outras composições assinadas em parceria com diferentes artistas. No vídeo que acompanha a faixa, o fim de tarde de um personagem engravatado e sua cama repleta de bichinhos de pelúcia.

.

Aristophanes 貍貓 – As You Want

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , ,

Weezer: “King of The World”

.

A boa forma do Weezer chega a assustar. Depois uma década de obras medianas e trabalhos detestáveis, Rivers Cuomo e os parceiros de banda decidiram assumir o mesmo caminho seguro do passado, convertendo guitarras melódicas e versos confessionais, por vezes cômicos, no estímulo para o nascimento de uma sequência de novas canções. Primeiro veio Thank God For The Girls, depois, a ótima Do You Wanna Get High?, e agora a também assertiva King of The World, ponte para o 10º álbum de inéditas do grupo, uma obra homônima, porém, carinhosamente batizada “White Album”.

Além das três últimas faixas apresentadas pela banda, o grupo reserva ao público um acervo de sete composições inéditas. Durante a conferência de anúncio do álbum, Cuomo afirma ter encontrado na cidade de Los Angeles diferentes personagens e histórias que devem servir de estímulo para o trabalho, proposta que se reflete com naturalidade nos últimos singles da banda.

Weezer (“White Album”) (2016) será lançado no dia 01/04.

.

Weezer – King of The World

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , ,