Category Archives: Notícias

Christopher Owens: “Chrissybaby Forever”

.

Surpresa! Passados poucos meses desde o lançamento do último trabalho em estúdio, A New Testament (2014), o ex-vocalista e guitarrista do Girls, Christopher Owens segue em carreira solo com um novo álbum de inéditas. Intitulado Chrissybaby Forever (2015), o registro produzido de forma independente e, por enquanto, disponível apenas no Bandcamp entrega ao ouvinte 15 composições inéditas e uma temática completamente distinta em relação ao resultado “mediano” do disco anterior.

Como um diálogo involuntário com o registro de estreia do Girls, o excelente Album, de 2009, Owens investe de forma inteligente no uso de arranjos ensolarados e guitarras diretas, base para o vocal sempre “arrastado” e dramático do artista. São faixas sustentadas por temas românticos, melancolia ou mesmo aspectos simples do cotidiano. Mesmo sem previsão de lançamento em formato físico (vinil), o disco pode ser apreciado na íntegra logo abaixo:

.

Christopher Owens – Chrissybaby Forever

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , ,

Dupla Arcade Fighters lança novo EP

Creditos_Ihateflash

Dupla de DJs e produtores brasileiros de Indie Dance, Disco House e Nu-Disco lança seu mais novo ep. Começando em 2013 eles compartilham influencias de artistas como Daft Punk, Tim Maia e Michael Jackson. O estilo da dupla traz o poder da batida brasileira com cortes e filtros do disco francês, sempre procurando boogies da decada de 80 e música brasileira como groove funk e samba, eles olham para o corte e a batida certa para renovar.

Arcade Fighters traz em seu novo EP de edits, o Brazilian Grooves Vol. 1. O Ep contem cinco faixas selecionadas entre a década de 70 e final de 80, sempre com um ritmo agitado e com uma ideia de que é possível polir essas músicas pra pista de agora. Apoiados por selos internacionais como Spa In Disco, Spincat Records, and NuDiscoYourDisco, eles reinventam os clássicos e os trazem para uma nova época. Também fazem parte do coletivo paulista Brazilian Disco Club.

O novo disco dos meninos se encontra disponível gratuitamente no soundcloud deles, você pode ouvir e baixar tudo sem pagar nada.
https://soundcloud.com/arcadefighters/sets/arcade-fighters-brazilian-1

 

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , , , , ,

Ben Khan: “1000 EP”

.

Dono de um dos acervos mais interessantes da eletrônica britânica, além, claro, do ótimo 1992 EP, lançado no último ano, Ben Khan apresenta agora mais um novo registro de inéditas: 1000 EP. Ainda próximo do mesmo resultado e conceitos explorados no último ano, Khan passeia pelo R&B, pop e deferentes experimentos eletrônicos sem escapar de um resultado melódico, dançante, marca detalhada em cada uma das quatro composições do EP.

Já conhecidas do público fiel de Khan, músicas como Zenith e 2022 Zodiac continuam a reforçar o diálogo do produtor com a obra do conterrâneo Jai Paul, articulando canções de sonoridade “caseira”, mas não menos envolventes, íntimas das pistas. A principal diferença em relação aos últimos trabalho do artista britânico está na maior utilização de guitarras, preferência que quase isola os tradicionais sintetizadores testados até o último EP. Ouça:

.

Ben Khan – 1000 EP

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , ,

Nana: “Berli(m)possível”

.

Nana está de volta. Dois anos após o lançamento de Pequenas Margaridas, um dos registros mais graciosos da música brasileira em 2013, a baiana regressa ao mesmo ambiente temático e “germânico” de Expressionismo Alemão para apresentar o inédito Berli(m)possível EP. São apenas quatro composições – Ano novo, Amor, bicho geográfico, Berli(m)possível e Recomeçar -, material suficiente para que a cantora mais uma vez transporte para dentro do universo enevoado e sutil do último grande álbum de estúdio.

De um lado, o tempero doce do Twee Pop e referências que inevitavelmente tropeçam na obra inicial de Belle and Sebastian ou Camera Obscura. No outro oposto, os ritmos nacionais; elementos do samba, bossa nova e acréscimos regionais que fazem do EP um trabalho acolhedor. Recomendado para quem ainda desconhece a sonoridade da cantora, o registro pode ser apreciado na íntegra logo abaixo. No perfil de Nana no Bandcamp, um acervo enorme de singles, versões e diferentes projetos assinados pela artista nos últimos anos.

.

Nana – Berli(m)possível

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , , , , ,

Blanck Mass: “Dumb Flesh”

.

Quem espera por um novo álbum da dupla Fuck Buttons não será atendido tão cedo. Passado o lançamento de Slow Focus, um dos grandes trabalhos de 2013, Andrew Hung e Benjamin John Power decidiram passar um tempo em seus próprios projetos autorais. O primeiro, Hung, deu vida ao recente EP Rave Cave (2015), obra lançada de forma independente e produzida apenas com o auxílio de um Game Boy como “instrumento”. Já o segundo, Power, deu continuidade ao projeto que vem desenvolvendo desde o começo dos anos 2010, o Blanck Mass.

Com dois trabalhos em mãos, o produtor de Bristol lança agora o terceiro capítulo da série de registros lançados paralelamente ao Fuck Buttons: Dumb Flesh. Com lançamento pelo selo Sacred Bones – casa de Jenny Hval, John Carpenter e Pharmakon -, o álbum se mantém dentro do já conhecido universo autoral de Power, naturalmente inclinado ao uso de experimentos eletrônicos, texturas drone e uma curiosa manipulação das vozes de forma instrumental. Com oito faixas, o disco que conta com lançamento físico no dia 12/05 já pode ser apreciado na íntegra logo abaixo:

.

Blanck Mass – Dumb Flesh

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , ,

PC Music: “PC Music, Vol. 1″

.

Com um acervo imenso de Mixtapes, singles e até mesmo remixes assinados para outros artistas, já estava mais do que na hora do selo/coletivo britânico PC Music apresentar ao público algum tipo de compilação. Intitulado PC Music, Vol. 1 (2015), o primeiro registro do grupo reúne alguns dos principais trabalhos lançados entre 2014 e 2015. Um funcional cartão de visitas para quem (ainda) desconhece as composições de A. G. Cook, Danny L Harle, GFOTY, Hannah Diamond, easyFUN e Lipgloss Twins.

Ponto de partida para a nova fase do coletivo, que deve apresentar uma série de registros inéditos ao longo do ano, PC Music, Vol. 1 ressalta o trabalho e principalmente a voz de Hanna Diamond, responsável pelas ótimas Every Night e Attachment, além de emprestar os vocais para diferentes faixas no decorrer da obra. São (apenas) 10 composições, material que conta com lançamento (virtual) pelo próprio selo e audição na íntegra pelo Spotify.

.

Vários Artistas – PC Music, Vol. 1 

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , , , ,

Macaco Bong: “Macumba Afrocimética”

.

Olá amigos, é com muito prazer que apresentamos á vocês ¨Macumba Afrocimética¨ o novíssimo álbum da banda, o terceiro de nossa carreira. Está disponível na íntegra no youtube para streaming e logo menos estará disponível para download nas versões WAV,MP3 e + a versão de pré-produção do álbum + pistas abertas, tudo no site oficial da banda. Saravá!

Pesado. Depois do anúncio acima, publicado no Facebook, a cuiabana Macaco Bong apresentou ao público o quarto álbum de inéditas da carreira: Macumba Afrocimética (2015). Com oito composições inéditas, o novo registro parece seguir a trilha deixada pela banda em 2012, quando apresentou o intenso This is Rolê. Mesmo sob nova formação, o grupo segue aos comandos de Bruno Kayapy (Guitarra), abrindo passagem para o baixo de Julito e a bateria de Daniel Fumega. Com produção independente, o trabalho pode ser apreciado na íntegra logo abaixo.

.

Macaco Bong – Macumba Afrocimética

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , ,

Cidadão Instigado: “Fortaleza”

.

Seis anos de espera e, finalmente, um novo álbum da Cidadão Instigado está entre nós. Sucessor do excelente Uhuuu! (2009) – 2º colocado na nossa lista dos 100 Melhores Discos Nacionais dos anos 2000 -, Fortaleza (2015) parece seguir um caminho diferente em relação aos três últimos registros de estúdio do coletivo.

Esqueça o tempero brega de O Ciclo da Decadência (2002), os experimentos de …e o Método Túfo de Experiências (2005), ou mesmo a lisergia discos de 2009. Para o quarto trabalho de estúdio, o quinteto formado por Fernando Catatau, Regis Damasceno, Clayton Martim, Rian Batista e Dustan Gallas resgata a própria essência.

Além de homenagear a cidade onde o grupo nasceu – a capital Fortaleza, no Ceará -, durante toda a obra, elementos regionais e arranjos típicos do rock clássico invadem a estrutura que sustenta o álbum. São 12 faixas extensas, boa parte delas com mais de cinco minutos de duração. Disponível para download gratuito no site do grupo, o trabalho pode ser apreciado na íntegra logo abaixo.

O show de lançamento do disco está agendado para os dias 09 e 10 de abril na Choperia do Sesc Pompeia, em São Paulo.

.

Cidadão Instigado – Fortaleza

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , , , , , ,

Cícero: “A Praia”

11059925_807301959354125_6903081965675244295_n

.

Quando Canções de Apartamento apareceu em meados de 2011, acompanhado de um email de Cícero, talvez fosse impossível prever o sucesso e rápido crescimento no número de seguidores em torno da obra do músico carioca. Mesmo com a parcial divisão de público e crítica durante o lançamento de Sábado, em 2013, a busca por novas referências líricas e instrumentais continua a servir de base para o trabalho do artista, mais uma vez “transformado” no interior de A Praia (2015), terceiro registro de inéditas em carreira solo.

Tão econômico quanto o antecessor, o presente álbum busca conforto em dez faixas curtas, pouco mais de 30 minutos de duração. A diferença em relação ao instável disco entregue há dois anos está no reforço das ambientações eletrônicas, além do natural regresso e uso constante de temas festivos, típicos do primeiro álbum solo do cantor. Lançado de forma independente, A Praia, assim como os dois últimos registros de Cícero, pode ser baixado gratuitamente no site do músico.

.

Cícero – A Praia

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , ,

Godspeed You! Black Emperor: “Asunder, Sweet and Other Distress'”

.

Passado o hiato de uma década que separou Yanqui U.X.O. (2002) e ‘Allelujah! Don’t Bend! Ascend! (2012), os membros do Godspeed You! Black Emperor seguem inspirados, apresentando ao público mais um novo registro de inéditas: Asunder, Sweet and Other Distress’ (2015). Dotado de quatro composições extensas, a presente obra, quinta na discografia da banda, segue a trilha dos últimos registros, intercalando instantes de calmaria e atos orquestrais grandiosos, naturalmente típicos do grupo canadense.

Com distribuição (física) prevista para o dia 31 de março pelo selo Constellation, casa do coletivo de Montreal desde os primeiros registros, o recente trabalho já pode ser apreciado na íntegra pelo Soundcloud da gravadora. Para quem acompanha o grupo desde os clássicos F♯ A♯ ∞ (1997) e Lift Your Skinny Fists Like Antennas to Heaven (2000), os mais de quarenta minutos do novo álbum não devem decepcionar. Ouça:

.

Godspeed You! Black Emperor – Asunder, Sweet and Other Distress’

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , ,