Em janeiro deste ano, com o lançamento de High Ticket Attractions, os integrantes do coletivo canadense The New Pornographeres provaram ser capazes de produzir um som tão intenso (e pop) quanto em começo de carreira. Faixa escolhida para anunciar o novo álbum de inéditas do grupo, Whiteout Conditions (2017), a enérgica composição é apenas uma das inúmeras surpresas que a banda revela para o trabalho, obra reforçada com a chegada da inédita This Is The World Of The Theatre.

Com guitarras e sintetizadores paralelos que parecem saídos de algum lugar na década de 1980, a canção segue a mesma trilha melódica do último álbum de inéditas da banda, o ótimo Bill Bruisers (2014). Nos vocais, o canto destacado de Neko Case, junto de Kathryn Calder, John Collins, Todd Fancey, Carl Newman, Joe Seiders e Blaine Thurier, responsável por cada uma das 11 composições que preenchem o novo disco.

Whiteout Conditions (2017) será lançado no dia 07/04 via Concord Music Group.

 

The New Pornographers – This Is The World Of The Theatre

Continue Reading "The New Pornographers: “This Is The World Of The Theatre”"

 

Em parceria com Daniel Lopatin (Oneohtrix Point Never) e Hudson Mohawke, ANOHNI deu vida ao doloroso HOPELESSNESS – 7º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2016. Uma coleção de temas eletrônicos, batidas sufocantes e versos que misturam amor e temas políticos de forma sempre provocativa. Longe de chegar ao fim, a parceria se completa em um novo registro colaborativo da cantora: PARADISE (2017).

Trata-se de um EP de seis faixas, provavelmente produzidas durante o processo de composição de HOPELESSNESS, mas que acabam garantindo novo fôlego ao trabalho da artista britânica. Faixa-título do registro, a canção de quase cinco minutos traz de volta toda toda a energia e força originalmente incorporada por ANOHNI no último álbum. Um explosivo jogo de sintetizadores, vozes e samples que acompanham o ouvinte até os últimos instantes da faixa. No clipe dirigido por Colin Whitaker, a modelo Eliza Douglas acaba assumindo o papel de ANOHNI.

PARADISE (2017) será lançado no dia 17/03 via Secretly Canadian/Rough Trade.

 

ANOHNI – Paradise

Continue Reading "ANOHNI: “Paradise” (VÍDEO)"

 

Responsável por uma das melhores músicas da presente década, Bassically, a cantora e produtora Valerie Teicher anuncia a chegada do primeiro álbum como Tei Shi. Intitulado Crawl Space (2017), o registro deve ampliar ainda mais o som produzido pela artista nova-iorquina, reforçando o diálogo entre a música pop, o R&B e pequenos experimentos que há tempos acompanham o trabalho da musicista, em constante transformação dentro das inéditas Keep RunningHow Far.

Enquanto a primeira composição reflete o interesse de Teicher pela produção de um som cada vez mais próximo do grande público, detalhando versos e arranjos que dançam na cabeça do ouvinte, How For segue o caminho oposto. É necessário tempo até ser arrastado para dentro da composição. Um ato lento, deliciosamente provocante, como uma versão orgânica do mesmo R&B-Eletrônico produzido por FKA Twigs, Lydia Ainsworth outros nomes próximos.

Crawl Space (2017) será lançado no dia 31/03 via Downtown/Interscope.

 

Tei Shi – Keep Running

 

Tei Shi – How Far

Continue Reading "Tei Shi: “Keep Running” / “How Far”"

 

Depois de se revelar um ótimo cantor na mixtape Entrañas, de 2016, Alejandro Ghersi anuncia a chegada de um novo registro de inéditas como Arca. Sucessor dos álbuns Xen (2014) e Mutant – este último, 35º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2015 –, o trabalho de 13 faixas deve preservar a essência experimental do produtor venezuelano, conceito que alimenta a recém-lançada Piel, primeiro single do novo disco do artista.

Claramente influenciado pela parceria com Björk em Vulnicura (2015), Ghersi acaba explorando a própria voz como uma espécie de instrumento. Um ponto de partida para a lenta e delicada inserção de outros elementos da canção. Entre ruídos estridentes e ambientações soturnas, o canto melancólico do produtor venezuelano, como uma espécie de convite hipnótico a provar de toda a sequência de faixas que sustentam o trabalho.

 

Arca

01 Piel
02 Anoche
03 Saunter
04 Urchin
05 Reverie
06 Castration
07 Sin Rumbo
08 Coraje
09 Whip
10 Desafío
11 Fugaces
12 Miel
13 Child

Arca (2017) será lançado no dia 07/04 via XL Recordings.

 

Arca – Piel

Continue Reading "Arca: “Piel”"

 

Em dezembro do último ano, os membros do Ride anunciaram a chegada de um novo álbum de estúdio. Sucessor do derradeiro Tarantula, de 1996, o registro que conta com produção de Erol Alkan (Franz Ferdinand, Bloc Party) deve jogar com a mesma sonoridade explorada pela banda no começo dos anos 1990. Um meio termo entre Motörhead e William Basinski, como apontaram os próprios integrantes do grupo britânico.

Primeiro fragmento desse novo álbum, Charm Assault prova que o Ride continua tão intenso e jovial quanto em obras como Going Blank Again (1992) e Carnival of Light (1994). Trabalhada em cima de um som “limpo” quando voltamos os ouvidos para o clássico Nowhere (1990), a nova faixa segue de forma eufórica até o último segundo, detalhando uma sequência de guitarras, batidas e vozes que arrastam

 

Ride – Charm Assault

Continue Reading "Ride: “Charm Assault”"

 

Como indicado durante o lançamento da inédita Hot Thoughts, em janeiro deste ano, os integrantes do Spoon parecem incorporar uma nova sonoridade em relação material produzido para o antecessor They Want My Soul – 21º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Nacionais de 2014. Entre experimentos e temas eletrônicos, cada uma das dez composições do novo álbum de estúdio da banda devem aportar em um território marcado pelo parcial ineditismo dos elementos.

Um bom exemplo disso está na recém-lançada Can I Sit Next To You. Sexta faixa de Hot Thoughts (2017), a canção de quase quatro minutos se espalha em meio a mistura louca de gêneros, samples e referências. Um rock eletrônico funkeado e levemente dançante, à la The Rapture, como uma complexa desconstrução de todo o acervo de obras que o grupo norte-americano vem produzindo desde o elogiado Ga Ga Ga Ga Ga, de 2007.

Hot Thoughts (2017) será lançado no dia 17/03 via Matador.

 

Spoon – Can I Sit Next To You

Continue Reading "Spoon: “Can I Sit Next To You”"

 

Recentemente, Michael Angelakos, vocalista e líder do Passion Pit, deu vida a uma plataforma intitulada The Wishart Group. Trata-se de um projeto de incentivo a jovens artistas que prestará auxílio educacional, jurídico e até tratamento de saúde a jovens músicos. Com um fundo de 250 milhões de dólares doados por diferentes nomes de peso do cenário musical, o coletivo visa proteger e estimular projetos independentes para que os artistas tenham mais chances de sobreviver no mercado.

Enquanto segue sem um lançamento oficial, Angelakos aproveitou o canal do Youtube do projeto para apresentar uma série de músicas inéditas do Passion Pit. São faixas como Inner Dialogue, I’m Perfect, Moonbeam, a grudenta Somewhere Up There e, mais recentemente, Hey K. Uma clara continuação do mesmo pop pegajoso e eletrônico que a banda original da cidade de Cambridge, Massachusetts vem desenvolvendo desde o primeiro álbum de estúdio, Manners (2009).

 

Passion Pit – Hey K

 

Passion Pit – Somewhere Up There

Continue Reading "Passion Pit: “Hey K” / “Somewhere Up There”"

 

Em mais de um mês de atuação, a coletânea Our First 100 Days, projeto de enfrentamento à política retrógrada do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu vida a uma série de composições de peso. Entre os artistas que já passaram pelo trabalho, nomes como Angel Olsen, The Range, Dntel, Peter Silberman (The Antlers) e Toro Y Moi, este último, responsável por uma das melhores composições do projeto, a pop Omaha.

Convidados a integrar a série de lançamentos, o grupo norte-americano Speedy Ortiz apresenta ao público a inédita In My Way. Típica composição da banda, a faixa delineadas por versos e temas melódicos parece saída diretamente dos primeiros discos do coletivo, como o excelente Major Arcana – um dos grandes discos de rock lançados na presente década e 40º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2013.

 

Speedy Ortiz – In My Way

Continue Reading "Speedy Ortiz: “In My Way”"

 

Dois anos após o lançamento do ótimo Honeymoon (2015), Lana Del Rey abre passagem para a chegada de um novo álbum de inéditas. Em Love, primeiro single desde a bem-sucedida parceria da artista com o cantor e produtor canadense The Weeknd, em Starboy (2016), Del Rey continua a flutuar em um território de sonhos e delírios românticos. Versos que falam sobre a juventude e o amor pelo próprio público, como comentou em uma série de publicações no Twitter.

Da capa do single, inspirada nos cartazes de antigos filmes de ficção científica, passando pelo rosto pálido da cantora, uma clara referência à imagem de Laura Palmer, em Twin Pekas, Del Rey continua a brincar com as referências, conceito que se reflete na base instrumental da canção. São arranjos densos, propositadamente arrastados e detalhistas, como uma tradução pop de tudo aquilo que bandas como Beach House e outros representantes do Dream Pop vêm produzindo nos últimos anos. Assista ao clipe da canção:

 

Lana Del Rey – Love

Continue Reading "Lana Del Rey: “Love” (VÍDEO)"

 

Sempre Femina (2017) tem tudo para se transformar em um novo clássico dentro da curta discografia de Laura Marling. Dois anos após o lançamento de Short Movie (2015), trabalho embalado por temas e referências ao cinema, a cantora e compositora britânica vem presenteando o próprio público com uma série de canções marcadas pela leveza dos versos e arranjos. Faixas como Soothing, Wild Fire e, mais recentemente, Next Time.

Enquanto a voz da artista se espalha em meio a versos essencialmente intimistas, centrados na vida da própria cantora, nos arranjos, Marling detalha uma de suas principais composições. São temas orquestrais que distanciam o folk minimalista dos últimos discos para aproximar a artista do mesmo pop de câmara de artistas como Vashti Bunyan, Nico e outros nomes de peso do estilo. Next Time ainda chega acompanha de um clipe dirigido pela própria musicista.

Semper Femina (2017) será lançado no dia 10/03 via More Alarming Records.

 

Laura Marling – Next Time

Continue Reading "Laura Marling: “Next Time” (VÍDEO)"