Charles Bradley: “Lonely As You Are”


Em 2016, poucos meses depois de ser diagnosticado com um câncer no estômago, o cantor e compositor Charles Bradley (1948 – 2017) se encontrou com o produtor nova-iorquino James Levy para uma série de gravações com outros músicos locais. O resultado dessa pareceria está na produção de um material assinada em conjunto com o multi-instrumentista Paul Defiglia (baixo, piano e órgão) e os integrantes do Avett Brothers, Seth Avett (guitarra) e Mike Marsh (bateria). Agora, dois anos após a morte do cantor, Morton Lorge, co-empresário do artista, revela ao público duas criações inéditas concebidas nesse período.

A primeira delas, Lonely as You Are, revela ao público o que há de mais doloroso na obra de Bradley. São vozes rasgadas, pianos dominados pela melancolia e a completa entrega sentimental do artista. “Ninguém pode me acorrentar / Se é para eu morrer / Estou tão só Solitário / Como o inferno“, canta enquanto a base instrumental aponta para o soul dramático dos anos 1960 e 1970, estrutura que naturalmente aponta para os últimos trabalhos do músico em carreira solo, caso de Victim of Love (2013) e Changes (2016). Parte das mesmas sessões, a também inédita Lucifer será entregue ao público no final de maio.


Charles Bradley – Lonely As You Are