Charli XCX: “London Queen”

.

Como já havia comentado durante o lançamento de Breaking The Rules, em agosto, Charli XCX continua a promover um som comercialmente acessível, porém, ainda ainda autoral e “estranho”. Mesmo com a boa recepção de músicas recentes feitas “sob encomenda” – Boom Clap e Fancy -, em se tratando dos próprios lançamentos, a jovem britânica permanece instalada no mesmo território particular de True Romance (2013), algo explícito na recém-lançada London Queen.

Parte do material inédito de Sucker (2013), terceiro álbum solo da cantora, a nova composição é uma típica canção punk maquiada pelo pop radiofônico. Batidas secas e rápidas, guitarras “sujinhas” e sintetizadores quase pueris. Apenas uma versão “aprimorada” do som anteriormente exposto na versão de Allergic To Love, do grupo Snuffed By The Yakuza. Com nomes como Cashmere Cat, Madeon e Rostam Batmanglij (Vampire Weekend) na produção, Sucker estreia no dia 16 de dezembro.

.

Charli XCX – London Queen