Chelsea Wolfe: “Hypnos”

.

Com o lançamento de Abyss (2015), Chelsea Wolfe deu vida ao melhor registro de toda sua carreira.  Acompanhada de John Congleton, produtor que já trabalhou com Swans, St. Vincent e Sigur Rós, a cantora e compositora norte-americana não apenas deu sequência ao universo de temas góticos ressaltados no antecessor Pain Is Beauty, de 2013, como conseguiu se reinventar, flertando com elementos do Shoegaze/Progressive Metal ao longo de toda a obra.

Em Hypnos, mais recente composição assinada por Wolfe, uma fuga desse mesmo universo. Ainda que os versos da cantora passeiem por um mundo de tormentos e desilusões, os arranjos semi-acústicos revelam o oposto do material apresentado há poucos meses. Uma espécie de refúgio, como se Wolfe visitasse a mesma sequência de obras produzidas de forma caseira no final da década passada, quando foi apresentada ao público oficialmente.

.

Chelsea Wolfe – Hypnos

Veja também:


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend