"Convoque Seu Buda"

Ano: 2014
Selo: Oloko Records
Gênero: Hip-Hop, Rap, MPB
Para quem gosta de: Rodrigo Ogi e Emicida
Ouça: Esquiva da Esgrima e Duas de Cinco
Nota: 9.5

Crítica | Criolo: “Convoque Seu Buda”

Lançado sob grande expectativa, Convoque Seu Buda (2014) preserva a rica musicalidade do antecessor Nó Na Orelha (2011), porém, estabelece na força dos versos a passagem para um novo território criativo. Terceiro álbum de estúdio do rapper paulistano Criolo, o trabalho que conta com produção de Daniel Ganjaman, Guilherme Held e Marcelo Cabral encontra no turbulento cenário político do Brasil o estímulo para grande parte das faixas. “Convoque seu Buda, o clima tá tenso / Mandaram avisar que vão torrar o centro“, dispara logo nos primeiros minutos do disco, apontando a direção seguida em músicas como a crescente Esquiva da Esgrima (“Numa chuva de fumaça só vinagre mata a sede / Novas embalagens pra antigos interesses / É que o anzol da direita fez a esquerda virar peixe“) e Duas de Cinco (“Falar pra um favelado que a vida não é dura / E achar que teu doze de condomínio não carrega a mesma culpa“).

Claro que isso não interfere na composição de faixas marcadas pela parcial leveza dos versos. É o caso da divertida Cartão de Visita, canção em que discute os pequenos excessos da elite e a máscara social dos indivíduos em meio a uma chuva de rótulos e marcas caras. “Em frente a shoppings marcar rolêzins / Debater sobre cotas, copas e afins / O opressor é omisso e o sistema é cupim / E se eu não existo, por que cobras de mim?“, questiona. Dentro desse cenário marcado pelas possibilidades, conceito reforçado logo na colorida imagem de capa do disco, Criolo estreita a relação com um time seleto de colaboradores. São nomes como Rodrigo Campos e Kiko Dinucci, no samba urbano de Fermento Pra Massa, Juçara Marçal, na derradeira Fio De Prumo (Padê Onã), o rapper Síntese, na intensa Plano de Voo, e Tulipa Ruiz, parceria na já citada Cartão de Visita. Colaboradores que surgem e desaparecem durante toda a execução da obra, proposta que faz de Convoque Seu Buda um registro ainda hoje precioso e vasto, feito para ser desvendado pelo público.



Este texto faz parte da nossa lista com Os 100 Melhores Discos Brasileiros dos Anos 2010 que será publicada ao longo das próximas semanas. São revisões mais curtas ou críticas reescritas de alguns dos trabalhos apresentados ao público na última década. Leia a publicação original.