"Avante"

Ano: 2012
Selo: Mata Norte
Gênero: Rock, MPB
Para quem gosta de: Karina Buhr, Otto e Isaar
Ouça: Canoa Furada e Preparando o Salto
Nota: 8.8

Crítica | Siba: “Avante”

Dono de uma extensa discografia como integrante do Mestre Ambrósio (1992 – 2004), Sérgio Roberto Veloso de Oliveira, o Siba, havia atravessado o começo dos anos 2000 em uma sequência de obras importantes para a música produzida na Zona da Mata pernambucana. São trabalhos como Fuloresta do Samba (2002) e Toda Vez Que eu Dou Um Passo o Mundo Sai do Lugar (2007), todos em parceria com um seleto time de instrumentistas, que auxiliaram na preservação da história, tradições e elementos da cultura local. Entretanto, foi com a chegada de Avante (2012), primeiro álbum em carreira solo, que o músico recifense deu início a um de seus projetos mais ousados e musicalmente bem-sucedidos. Com produção assinada por Fernando Catatau (Cidadão Instigado), o registro preserva a essência regionalista dos antigos trabalhos do músico de Pernambuco, porém, se permite avançar criativamente, fazendo do uso destacado das guitarras a base para grande parte das canções.

O resultado desse intenso processo de composição está na entrega de músicas como Cano Furada, Preparando o Salto, Qasida e a própria faixa-título do disco. Canções que costuram duas ou mais décadas de referências de forma sempre particular, torta, como se o artista pernambucano desse nova roupagem ao som que vinha produzindo desde o início da carreira. Camadas de guitarras, ruídos e instantes de breve silenciamento que vão da ciranda ao rock, do maracatu rural ao uso de temas urbanos, estrutura que se completa pelo lirismo versátil do músico. Um misto de passado e presente, indicativo da permanente desejo de Siba em se reinventar dentro de estúdio, proposta que vai do título da obra ao evidente esmero na montagem de cada fragmento do disco.



Este texto faz parte da nossa lista com Os 100 Melhores Discos Brasileiros dos Anos 2010 que será publicada ao longo das próximas semanas. São revisões mais curtas ou críticas reescritas de alguns dos trabalhos apresentados ao público na última década. Leia a publicação original.