Deerhunter: “Snakeskin”

.

As guitarras sujas e o som caótico testado em Monomania (2013) ficaram para trás. Essa parece ser a principal mensagem de Bradford Cox e dos parceiros do Deerhunter em Snakeskin. Primeira composição inédita do grupo de Atlanta em dois anos, a faixa repleta de guitarras leves, boa dose de suíngue e clima típico da década de 1970 não apenas serve de passagem para o sétimo álbum de estúdio da banda, Fading Frontier (2015), como ainda indica uma completa transformação dentro da extensa carreira do grupo.

Reflexo do completo fanatismo de Cox pelo trabalho dos Rolling Stones na década de 1970, a canção parece nascer do encontro entre os versos “sujos” de Exile On Main Street (1972) e o clima descompromissado do álbum Some Girls (1978). Ao fundo, principalmente nos instante finais da faixa, pequenas doses de distorção e ruídos, sonoridade que dialoga com o som testado pela banda desde o versátil Microcastle (2008).

Produzido por Ben H. Allen III (Animal Collective, Washed Out), Fading Frontier (2015) será lançado no dia 16/10 pelo selo 4AD.

.

Deerhunter – Snakeskin