Devendra Banhart: “Let’s See”


Inspirado por elementos da cultura japonesa, memórias de um passado recente e a morte de entes queridos, Devendra Banhart lançou no último no o delicado Ma (2019). Último trabalho de estúdio do cantor e compositor norte-americano, o álbum produzido em parceria com o experiente Noah Georgeson mostra um artista tão relevante quanto em início de carreira. Exemplo disso está na série de faixas apresentadas pelo músico, caso de Carolina, Memorial e Kantori Ongaku, essa última, declaradamente influenciada pela obra do Haruomi Hosono, do Yellow Magic Orchestra.

Poucos meses após o lançamento do trabalho, Banhart está de volta com mais uma criação inédita: Let’s See. Deixada de fora do corte final do disco, a canção segue uma estrutura um pouco mais enérgica em relação ao restante da obra, mas não menos detalhista. São camadas de guitarras e vozes que se entrelaçam de forma precisa, conceito que naturalmente evoca as criações de Hosono e outros nomes do rock japonês. No início deste ano, o músico convidou o cantor e compositor Roberto Carlos Lange, o Helado Negro, a remixar uma das principais faixas de Ma, Love Song.



Devendra Banhart – Let’s See