""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Disco: “All Day”, Girl Talk

Girl Talk
Electronic/Mashup/Dance
http://www.myspace.com/girltalk

 

Se fosse necessário indicar as maiores “entidades” da música no século XXI Gregg Gillis do Girl Talk sem dúvidas entraria na lista. O mestre dos mashups foi o responsável por animar boa parte das festas da última década. Seja pelas suas apresentações caóticas ao vivo (vide a chuva de papel higiênico no último Planeta Terra) ou por sua pluralidade musical na construção de seus hits. Com All Days sua quinta mixtape, Gillis prova que sua fórmula ainda não está datada e que sabe como produzir boas faixas para as pistas.

Distribuído de maneira gratuita pelo selo Illegal Art o disco segue apenas com um aviso: deve ser ouvida como faixa única, sem separações, uma espécie de mashup gigante de 71 minutos de duração. A divisão das faixas segundo o próprio Gillis serve apenas para facilitar o acesso aos ouvintes. Independente de como você for ouvir All Days (faixa por faixa ou no formato mashup gigante) prepare-se para ver hip-hop e a música punk funcionando como estilo único ou ainda Beyoncé e Nine Inch Nails numa união tão perfeita que parecem até uma banda só.

Uma das grandes propriedades do Girl Talk está justamente nessa tranquilidade em passear por diferentes estilos, sem que isso soe estranho ou comprometa o bom funcionamento do álbum. Já de cara Gillis funde War Pigs do Black Sabbath com Jay-Z, 2Pac e Ludacris na faixa Oh No com tanta habilidade que até parece que essa é a versão original da canção.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=WK3O_qZVqXk]

Como sempre cada faixa do Girl Talk transita por diferentes décadas musicais, unindo artistas da nova e das velhas gerações. Get It Get It é um bom exemplo disso. Abre com os refrões de Bad Romance de Lady Gaga, passeia por George Clinton, Aphex Twin, rouba versos de Black Eyed Peas, sampleia Depeche Mode, une MGMT com Katy Perry, Daft Punk com The Who e tudo com propriedade ímpar. As faixas mais parecem uma grande vitrine musical, cinco décadas de música resumidas em minutos.

Gregg Gillis segue os mesmos passos de seus últimos discos Night Ripper (2006) e Feed The Animal (2008) juntado samplers, bases e refrões em quantidade abrangente, algo que difere dos trabalhos iniciais do músico. Algumas amostras passam quase despercebidas em meio a tantas referências, outras como as guitarras de Wake Up do Arcade Fire em Make Me Wanna recebem todo o destaque. O Hip-Hop como sempre é o elemento que marca o disco usando da sonoridade das demais bandas apenas de base para que Lil Wayne, Jay-Z, Kid Cudi e outros rappers possam brilhar ainda mais.

 

All Day (2010)

1. Oh No
2. Let It Out
3. That’s Right
4. Jump on Stage
5. This Is the Remix
6. On and On
7. Get It Get It
8. Down for the Count
9. Make Me Wanna
10. Steady Shock
11. Triple Double
12. Every Day

 

Nota: 8.1
Para quem gosta de: E-603,  Major Lazer e Diplo
Ouça: Oh No,  Get It Get It e Make Me Wanna