""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Disco: “Katla”, Ida Maria

Ida Maria
Norwegian/Indie Rock/Female Vocalists
http://www.myspace.com/idamaria

 

Pianos calminhos, melodia suave e uma voz de garota apaixonada. Assim começa o novo disco da cantora norueguesa Ida Maria. Mas espera um pouco, Ida Maria? “Pianos calminhos”? E cadê o punk rock? As guitarras pesadas? A gritaria que fez dela conhecia no seu disco de estreia Fortress Around My Heart? CALMA! Tal qual a capa do novo disco, “Quite Nice People” a faixa de abertura é apenas o prelúdio de um vulcão prestes a entrar em erupção.

Com a canção seguinte “Bad Karma” a cantora mostra a que veio. Feito lava quente que acaba de sair de um vulcão, Ida Maria vai despejando gritarias e guitarras altíssimas pela faixa. Agora sim ela está de volta, tal qual a garota que apareceu para o mundo (ou pelo menos parte dele) em seu debut de 2008. E a sucessão de gritos desferidos pela voz rouca da cantora não para aí. “1000 Lovers” segue possante, com vocal hora cantado e hora falado. Os refrões pegajosos e as letras irônicas vão acompanhando as demais faixas do disco.

“Katla” (um dos maiores vulcões da Islândia e que dá nome ao disco) parece até uma coletânea, tamanha a quantidade de hits que compõem o álbum. “Cherry Rad” que cresce durante sua execução ou “I Eat Boys Like You For Breakfast” acompanha de trompetes ao estilo música de tourada são apenas alguns dos exemplos das faixas que transbordam frescor e sonoridade pop.

“Devil” talvez seja a faixa que mais se distingue das demais. Com seus mais de nove minutos a canção conta com guitarras viajadas numa levada psicodélica enquanto a voz de Ida passeia em meio a batidas secas de bateria. Em seguida o disco conta com “My Shoes” retornando aos pianos, porém nada comportados e com um final muito mais roqueiro. Ao fim do álbum as referências vulcânicas parecem fazer todo o sentido, como se uma erupção de 35 minutos ocorresse na sua frente sem que você tivesse para onde escapar.

 

Katla (2010)

1. Quite Nice People (3:22)
2. Bad Karma (2:56)
3. 10000 Lovers (3:06)
4. Cherry Red (2:51)
5. Let’s Leave (2:56)
6. I Eat Boys Like You For Breakfast (3:32)
7. Devil (9:47)
8. My Shoes (4:14)
9. Bonus Track (2:15)

Nota: 8.2
Para quem gosta de: The Fratellis, Juliete Lewis e Kate Nash
Ouça: O disco todo!

 

Criador do Miojo Indie, trabalhou como coordenador de Mídias Sociais na Editora Abril, editor de entretenimento e cultura no Huffington Post, editor de conteúdo no Itaú. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.