Warning: preg_match() expects parameter 2 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Warning: strlen() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 489

Warning: Illegal string offset 'face' in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Warning: preg_match() expects parameter 2 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Warning: strlen() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 489

Warning: Illegal string offset 'face' in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Warning: preg_match() expects parameter 2 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Warning: strlen() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 489

Warning: Illegal string offset 'face' in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Warning: preg_match() expects parameter 2 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Warning: strlen() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 489

Warning: Illegal string offset 'face' in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Warning: preg_match() expects parameter 2 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Warning: strlen() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 489

Warning: Illegal string offset 'face' in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Warning: preg_match() expects parameter 2 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Warning: strlen() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 489

Warning: Illegal string offset 'face' in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /var/www/wp-content/themes/layout/inc/theme-functions.php on line 226

""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Disco: “Paraíso da Miragem”, Russo Passapusso

Russo Passapusso
Brazilian/Alternative/Dub
http://www.russopassapusso.net/

Por: Cleber Facchi

Não é preciso muito esforço para perceber todas as nuances e referências que compõem o plano de Russo Passapusso em Paraíso da Miragem (2014, Independente). Uma pitada de Novos Baianos na faixa Areia, diálogos com o Rock dos anos 1970 em Remédio, tropeços pelo samba em Sangue do Brasil e Flor de Plástico, além de toda uma sobrecarga de emanações densas, quase letárgicas, típicas do Dub robótico já incorporado pelo artista baiano ao lado dos parceiros do BaianaSystem.

De forma simples, um amontoado de texturas e sons talvez previsíveis quando voltamos para faixas como Calandu e Magnata – esta última com os parceiros do Bemba Trio -, mas que encontram um formato “inusitado” em meio ao conjunto de novas imposições do cantor. Do uso de falsetes em músicas aos moldes de Flor de Plástico – estrutura já “criticada” pelo público, como apontou em entrevista -, passando pela coleção de melodias cada vez mais delicadas, a estreia solo de Passapusso é uma obra a ser observada de forma atenta, sutil, coletando cada ruído doce reinterpretada pelo artista.

Ainda que exposto dentro do mesmo contexto tecido nos projetos paralelos de Passapusso, Paraíso da Miragem é um disco que cresce a partir de em uma rápida curva de possibilidades. De forma acessível, diálogos contínuos com o pop ocupam todas as dimensões do álbum, solucionando desde vocalizações radiofônicas em Paraquedas, até os arranjos nostálgicos (no melhor estilo Tim Maia) na faixa Sapato. Uma cruzamento amplo de tendências entre passado e presente que parecem orientadas de acordo com as atuais imposições do cantor – voltado à descoberta.

Como a capa colorida bem revela, Paraíso da Miragem é um ponto de encontro não apenas para diferentes gêneros e temas musicais, mas principalmente pessoas, amigos e parceiros de longa data de Passapusso. São nomes como Marcelo Jeneci e Edgar Scandurra que preenchem tanto as lacunas vocais das músicas, como os arranjos em determinadas faixas. Interferências rápidas, como Anelis Assumpção em Sem Sol, capaz de atravessar o disco com leveza, ou mesmo outros como BNegão em Autodidata, convidado para balançar a estrutura projetada por Passapusso e preservada pelos produtores Zé Nigro, Lucas Martins e Curumin.

Por falar em Curumin, não é difícil perceber como a presença do músico paulistano quanto produtor interfere de forma positiva no gerenciamento da obra. A bateria e vozes suavizadas em Flor de Plástico, os temas quentes em Anjo ou mesmo o cruzamento de ritmos em Relógio, tudo faz lembrar o trabalho do produtor no clássico moderno Japan Pop Show, de 2005. Até o cruzamento entre Dub, Funk e Hip-Hop em Autodidata esbarra no mesmo campo de Caixa-Preta, também parceria com BNegão. Uma comunicação quase explícita entre os dois registros, porém, separada pela sobredose de efeitos e bases em eco do recente álbum, fórmula criativa moldada com exclusividade pelo artista baiano.

Norteado pela descoberta, Passapusso finaliza uma trabalho que se fragmenta em duas metades, controlando a ânsia por novidade do antigo público, ao mesmo tempo em que trata o disco como uma notória carta de apresentação aos novos ouvidos. Uma postura assertiva e já esperada de um artista com tamanha experiência – são dez anos de carreira -, efeito que distancia Paraíso da Miragem de uma possível surpresa autoral, apenas uma confirmação da capacidade de seu criador em brincar com diferentes estilos e campos da música sem quebrar a própria essência.

 

Paraíso da Miragem (2014, Independente)

Nota: 8.5
Para quem gosta de: Curumin, Amplexos e Lucas Santtana
Ouça: Remédio, Paraquedas e Flor de Plástico