Duda Brack: “Contragolpe”


Enquanto prepara o terreno para o segundo álbum em carreira solo, Duda Brack tem revelado ao público uma seleção de faixas marcadas pelo acerto. Primeiro, foi a vez da provocativa Pedalada, música produzida em parceria com o cantor, compositor e produtor Gabriel Ventura (ex-Ventre), e uma síntese da completa força criativa que marca a obra da artista gaúcha radicada no Rio de Janeiro. Agora, chega a vez da também inédita Contrgolpe, música que estabelece na força do discurso político um importante elemento de transformação para o repertório de Brack.

Ainda vão me fuzilar / Se eu não calar a minha boca / Que anuncia à queima-roupa / A boca que tenta me calar“, canta. Trata-se de uma resposta ao atual cenário político do Brasil, o permanente avanço do conservadorismo e a repressão que busca silenciar não apenas grupos marginalizados da sociedade, como personagens que lutam por mudança, caso da vereadora Marielle Franco. Uma das composições mais fortes já produzidas por Brack, Contragolpe ganha ainda mais destaque na presença do guitarrista Lúcio Maia (Nação Zumbi) e um time seleto de colaboradores em estúdio.



Duda Brack – Contragolpe