Elza Soares: “Banho”

 

Deus é mulher. Esse é o título do 33º álbum de estúdio da cantora carioca Elza Soares. Sequência ao material apresentado em A Mulher do Fim do Mundo – 2º colocado na nossa lista dos 5o Melhores Discos Nacionais de 2015 –, o registro que conta com produção de Guilherme Kastrup e coprodução dos músicos Romulo Fróes, Kiko Dinucci, Marcelo Cabral e Rodrigo Campos deve seguir a fórmula do disco anterior, porém, provando de novas sonoridades e temas.

Acordo maré / Durmo cachoeira / Embaixo, sou doce / Em cima, salgada / Meu músculo-musgo / Me enche de areia / E fico limpeza debaixo da água“, entrega a provocativa letra da canção. Versos que brincam com a sexualidade e permanente transformação da mulher, conceito orquestrado de forma sutil na poesia de Tulipa Ruiz, autora da faixa que ainda se abre para a inserção das vozes e a percussão do Ilú Obá de Min, bloco paulistano formado apenas por mulheres.

Deus é mulher (2018) será lançado em maio via Deck Disc.

 

Elza Soares – Banho