EOB (Ed O’Brien): “Olympik”


Desde o último ano, Ed O’Brien, um dos integrantes do Radiohead, tem se revezado na composição do primeiro álbum em carreira solo, Earth (2020). São nove faixas, algumas delas bem extensas, em que o guitarrista vai do uso de temas eletrônicos ao experimentalismo em uma linguagem bastante particular. Uma criativa colagem de ideias e ambientações pouco usuais, estrutura reforçada com naturalidade em algumas das principais músicas apresentadas ao público, caso de Santa Teresa, Brasil, Shangri-La e a recém-lançada Olympik, uma nova (e longa) viagem instrumental do artista.

Inaugurada em meio a batidas tribais, a faixa rapidamente aponta para a produção eletrônica dos 1980, lembrando a transição de clássicos do pós-punk para as pistas da Haçienda. São pouco menos de nove minutos em que O’Brien e seus convidados, entre eles, o guitarrista David Okumu (St. Vincent, Anna Calvi), o baixista Nathan East (Peter Gabriel, George Harrison) e o baterista Omar Hakim (Kate Bush, David Bowie), transitam em meio a colagens instrumentais que transitam por diferentes campos da música, indicativo do material que será entregue no restante do trabalho.

Earth (2020) será lançado em 17/4 via Capitol.



EOB – Olympik


One thought on “EOB (Ed O’Brien): “Olympik”

Comments are closed.