Experimente: VINÍ

Por: Cleber Facchi

VINÍ

Aos poucos a cidade de São Paulo ganha o acréscimo sombrio e naturalmente urbano de uma nova onda de artistas. Enquanto o Rio de Janeiro parece abastecido pelo uso de sintetizadores e heranças nostálgicas da década de 1980, na metrópole paulistana os inventos são outros, muito mais relacionados com as batidas. Habitante dos mesmos conceitos, princípios musicais e sonorizações climáticas que abastecem o trabalho do produtor Sants!, o jovem Vinícius Miguel, o VINÍ, de apenas 20 anos parece saltar entre referências, brincando com uma versão atual e ainda assim própria dos mesmos sons apresentados por veteranos como Madlib, DJ Shadow e mais recentemente nomes como Flying Lotus.

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=39L1tlzWh2E?rel=0]

Tendo o Hip-Hop e a eletrônica como base, o paulistano faz de cada novo invento um tratado que foge as pistas e se entrega de maneira natural ao clima atmosférico. Além do pequeno catálogo de composições partilhadas com Sants! – no EP Ursa Major -, VINÍ traz em cada nova canção um ponto nítido de mudança e maturidade. Enquanto faixas como Santa Teresa brincam com as batidas em um percurso torto, em músicas mais recentes à exemplo de Wound Soul, o produtor parece interessado em brincar com o passado, transformando um sample nostálgico em um objeto que faria o veterano Otis Jackson Jr., Madlib, sentir orgulho. Experimente.

.

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/88891917″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

VINÍ – Cannabis

.

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/85969218″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

VINÍ – Ursa Major

.

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/79962504″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

VINÍ – Bel Air


One thought on “Experimente: VINÍ

Comments are closed.