Fabio Góes: “Frágil”

.

Fabio Góes não entrou à toa para nossa lista de 50 melhores discos de 2011. Transformando as próprias melancolias na matéria base para o álbum O Destino Vestido de Noiva, o cantor e compositor fez nascer um dos registros mais doces e dolorosos dos últimos anos, feito que a amargurada Frágil justifica com versos crescentes e confessionais. Lembrando por vezes um Radiohead abrasileirado, a canção mantém na simplicidade das imagens a premissa para a construção do clipe que a acompanha, registro visual dirigido por Ricardo Santini e que bem expressa a tonalidade lamuriosa da faixa.

.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=8wYdeeIo4Ys]

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.