Felipe Cordeiro: “Transpyra”


Quem há tempos acompanha o trabalho de Felipe Cordeiro sabe da completa versatilidade do cantor e compositor paraense. Da estreia com o colorido Banquete (2010), passando pela busca por novas sonoridades, em Kitsch Pop Cult (2011) até alcançar o romantismo de Se Apaixone pela Loucura do Seu Amor – 35º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2013 –, perceba como o guitarrista parece brincar com a própria identidade criativa a cada novo registro de inéditas.

A mesma pluralidade de elementos acaba se refletindo no quarto e mais novo álbum de estúdio de Cordeiro. Em Transpyra (2019), o artista paraense preserva a essência dos antigos registros autorais, porém, cruzando elementos da música pop e referência diretas ao brega empoeirado dos anos 1980. Com distribuição pelo selo YB, o trabalho conta ainda com a presença de Tulipa Ruiz, parceira do cantor na nostálgica Perfil, além, claro, da veterana Dona Onete, colaboradora em Onde É Que Eu Vou Parar.


Felipe Cordeiro – Transpyra


Leave a Reply

Send this to friend