Fennesz: “In My Room”


Um dos nomes mais importantes da música experimental, o austríaco Fennesz está de volta com um novo álbum de estúdio. Quatro anos após o elogiado Bécs (2014), obra em que decidiu brincar com o uso de texturas eletrônicas e minúcia dos arranjos, o produtor decidiu seguir o caminho contrário, investindo na composição de uma obra ainda mais atmosférica, Agora (2019), trabalho de quatro faixas gerado a partir de pequenas microfonias e uso controlado dos instrumentos.

Síntese desse novo direcionamento ecoa com naturalidade na climática In My Room. Escolhida para apresentar o novo disco, a faixa de 12 minutos se espalha em meio a movimentos contidos, sempre controlados, detalhando pequenas variações atmosféricas que parecem cercar o ouvinte. Difícil não lembrar dos recentes trabalhos de William Basinski e parte da produção de Tim Hecker nos anos 2000, efeito direto do uso massivo das abstrações e camadas de ruídos que invadem a composição.

Agora (2019) será lançado em 29/3 via Touch.


Fennesz – In My Room