Forest Swords: “Shrine”

.

Três anos após o lançamento do atmosférico Engravings – um dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2016 –, o produtor britânico Matthew Barnes está de volta com um novo e inusitado projeto. Trata-se do recém-lançado Shrine, uma trilha sonora feita sob encomenda do projeto Boiler Room para um espetáculo de dança coreografado por Carmel Koster e que conta com a performance do bailarino Owen Ridley-Demonick.

São seis composições inéditas em que Barnes abandona temporariamente o uso da guitarra – principal componente explorado desde o “debut” Dagger Paths, de 2010 –, para se concentrar no uso de samples e manipulações utilizando o corpo humano. Vozes, a respiração, ruídos e batidas, o simples toque na pele se transforma nas mãos do artista inglês. Todo o material – além de outros registros de Barnes – está disponível para audição gratuita pelo bandcamp do produtor,

.

Forest Swords – Shrines

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.