Harry Styles: “Light Up”


Longe do One Direction, Harry Styles fez do primeiro álbum em carreira solo um dos grandes lançamentos de 2017. Fortemente influenciado pela obra de veteranos do pop rock inglês, como Queen e Elton John, o cantor e compositor britânico fez dessa forte relação com o passado o estímulo para a produção de músicas como Sign Of The Times, Two Ghosts, Sweet Creature e todo o fino repertório que embala a experiência do ouvinte durante toda a execução da obra. Dois anos após a entrega do registro, o jovem músico começa a dar indícios de que um novo trabalho de inéditas está por vir.

Em Light Up, mais recente composição do Styles, o mesmo ouvido atento e cuidado na construção dos arranjos, melodias e versos. A diferença está na forma como o artista parece provar de referências psicodélicas, lembrando um Tame Impala ainda mais acessível. De fato, em recente entrevista à Rolling Stone norte-americana, o cantor e compositor britânico se disse fortemente influenciado pelos primeiros registros de Paul McCartney em carreira solo, caso do clássico Ram (1971). Para a produção do material, o músico contou com a colaboração de Jeff Bhasker and Tyler Johnson.


Harry Styles – Light Up