Hinds: “Come Back And Love Me”


Desde o último ano, as meninas do Hinds vem trabalhando na produção do terceiro álbum de estúdio da carreira, The Prettiest Curse (2020). Primeiro, a banda de Madrid deu vida à inédita Riding Solo, canção marcada pelo maior refinamento dos arranjos e profunda entrega sentimental do quarteto formado por Carlotta Cosials, Ana García Perrote, Ade Martín e Amber Grimbergen. Em seguida, foi a vez de Good Bad Times, música que reflete o esforço do grupo em dialogar com uma sonoridade cada vez mais pop, como uma extensão do material apresentado em I Don’t Run (2018).

Interessante perceber em Come Back And Love Me, mais recente criação do quarteto espanhol, uma parcial fuga de tudo aquilo que a banda tem produzido desde a estreia com Leave Me Alone (2016). Marcada pelo uso de captações caseiras, ruídos e vozes abafadas, a faixa chama a atenção pelo uso de melodias acústicas e referências à música folclórica da Espanha. Pouco menos de quatro minutos em que o grupo amplia tudo aquilo que havia testado nos lançamentos anteriores, fazendo das próprias emoções e conflitos sentimentais um estímulo para a composição dos versos.

The Prettiest Curse (2020) será lançado em 3/4 via Mom + Pop.



Hinds – Come Back And Love Me