Interpol: “Fine Mess”


Quem esperava por um novo álbum de inéditas do Interpol não tem do que reclamar do último registro autoral da banda nova-iorquina. Em Marauder (2018), Paul Banks, Daniel Kessler e Sam Fogarino deixaram de lado as ambientações e estruturas climáticas dos últimos trabalhos para investir na composição de uma obra enérgica, sonoridade que muito se assemelha ao material entregue pelo grupo em discos como Antics (2004) e Our Love to Admire (2007).

Com a boa repercussão em torno do trabalho, o trio norte-americano anunciou uma nova série de shows pelos Estados Unidos, América do Sul e Europa. Aproveitando a ocasião, Banks e os parceiros de banda revelaram ao público a inédita Fine Mess. Deixada de fora no corte final de Marauder, a canção revela ao público um Interpol ainda mais intenso, cru. Guitarras e batidas rápidas que tentam ganhar forma em meio aos versos abafados que escapam do vocalista.


Interpol – Fine Mess