Jair Naves: “5/4 (Trovões Vêm Me Atingir)” [VÍDEO]

.

Descrença, solidão, medo e morte; temas corriqueiros dentro do acervo poético de Jair Naves enquanto vocalista da extinta Ludovic, porém, um catálogo de experiências cada vez menos significativas no universo autoral que define a carreira solo do cantor. Se em 2006, quando apresentou o derradeiro Idioma Morto, Naves gritava a plenos pulmões, exaltando sentimentos e toda sua raiva em relação ao mês de janeiro – “o pior dos meses” -, curioso perceber no mesmo mês, data escolhida para o lançamento do segundo disco solo do músico, Trovões a Me Atingir(2015, Independente), uma completa oposição desse resultado.

Da capa iluminada aos arranjos suavizados, dos versos marcados pela esperança ao refrão vívido da faixa-título – “meu corpo volta a ter pulsação” -, difícil ignorar a transformação que define a presente obra do paulistano. Ainda que a melancolia tome conta de boa parte do trabalho, marca explícita nos instantes finais e respiros breves do registro, seria um erro não observar o conceito “sorridente” que sustenta a atual fase de Naves. As angústias e trovões – como indicado no título da obra -, ainda atingem o compositor, por todos os lados, entretanto o nítido senso de superação parece maior, raro quando voltamos os ouvidos para o contexto macambúzio do ainda recente E Você Se Sente Numa Cela Escura… (2012). Leia o texto completo

Segunda faixa do último álbum de estúdio de Jair Naves, 5/4 (Trovões Vêm Me Atingir) foi a escolhida para se transformar no mais novo clipe do cantor. No material dirigido por Daniel Barosa e José Menezes, imagens quase estáticas e sombras tomam conta do cenário, detalhando as imagens enquadradas pelo diretor de fotografia André Dip.

.

Jair Naves – 5/4 (Trovões Vêm Me Atingir)