Jay Som: “Superbike”


Em uma tentativa clara de replicar o rock alternativo dos anos 1990, Melina Duterte fez do segundo álbum de estúdio da carreira, o excelente Everybody Works – 30º colocado na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2017 –, a passagem para uma verdadeira coletânea de pequenos acertos. Da abertura do disco, em Lipstick Stains, passando pela produção de faixas como Baybee, 1 Billion Dogs e Remain, sobram instantes de profundo acerto, cuidado que deve se repetir no terceiro registro de inéditas da cantora, Anak Ko (2019).

Com produção assinada pela própria Duterte e gravado de forma artesanal, em um estúdio caseiro montado pela própria artista, o registro de nove faixas resume na recém-lançada Superbike parte do material que recheia o disco. Do uso das guitarras à colorida inserção dos sintetizadores e vozes, Jay Som entrega ao público uma composição que exige tempo até ser desvendada por completo, efeito das incontáveis camadas instrumentais e texturas que surgem ao fundo da faixa. O lyric video da canção ficou por conta de Beto Brakmo.


Anak Ko

01 If You Want It
02 Superbike
03 Peace Out
04 Devotion
05 Nighttime Drive
06 Tenderness
07 Anak Ko
08 Crown
09 Get Well

Anak Ko (2019) será lançado em 23/8 via Polyvinyl / Lucky Number.



Jay Som – Superbike