Jenny Hval: “Bonus Material”


De todos os trabalhos lançados no último ano, The Practice Of Love – 23º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2019 –, segue como um dos mais interessantes. Último álbum de estúdio da cantora e compositora norueguesa Jenny Hval, o registro inspirado pelo pop eletrônico dos anos 1990, como Madonna e Kylie Mingue, além de buscar referências no clássico A Hora da Estrela (1977), de Clarice Lispector (1920 – 1977), mostra o cuidado da artista em transformar emoções e experiências puramente femininas na base para grande parte da obra.

Poucos meses após o lançamento do trabalho, Hval está de volta com mais uma composição inédita. Intitulada Bonus Material, a faixa completa pelo saxofone de Espen Reinertsen, parceiro da artista desde o último disco, segue em meio a ambientações minimalistas, pianos ocasionais e a voz etérea da cantora norueguesa. São inserções pontuais que naturalmente apontam para o trabalho de Julia Holter, Julianna Barwick e outros nomes do gênero. Um precioso exercício de criação que funciona como contraponto ao som explorado em músicas como High Alice e Ashes to Ashes.



Jenny Hval – Bonus Material