Jenny Hval: “Conceptual Romance”

 

Poucos meses após o lançamento do ótimo Apocalypse, girl (2015), Jenny Hval está de volta com um novo registro em estúdio. Intitulado Blood Bitch (2016), o trabalho parece seguir a mesma trilha experimental inaugurada em obras como Viscera (2011) e Innocence is Kinky (2013), transportando a cantora sueca para dentro de um cenário obscuro, essencialmente mutável, conceito também explorado por Julia Holter em Loud City Song, de 2013.

Anunciado durante o lançamento de Female Vampire, o novo álbum acaba de ter mais uma de suas peças apresentadas ao público. Trata-se de Conceptual Romance, música em que a voz de Hval claramente se converte em um instrumento, flutuando em meio a vocalizações etéreas, batidas minimalistas e sintetizadores densos, por vezes íntimo das ambientações incorporadas por nomes como Tim Hecker e Oneohtrix Point Never. Para o clipe da canção, dirigido pela brilhante Zia Anger – Angel Olsen, Julianna Barwick –, Hval mostra os medos, angústias, o sofrimento e a libertação de diferentes mulheres.

Blood Bitch (2016) será lançado no dia 30/09 pelo selo Sacred Bones.

Jenny Hval – Conceptual Romance