Jon Hopkins: “Scene Suspended”


Discípulo e parceiro de longa data de Brian Eno, Jon Hopkins nunca escondeu o fascínio que sente pela extensa produção do cantor e compositor britânico. Prova disso está em toda a sequência de obras apresentadas pelo artista ao longo da última década, como Immunity (2013) e, principalmente, o atmosférico Singularity — 19º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2018. Entretanto, é com a chegada da minimalista Scene Suspended, mais recente criação do músico inglês, que essa relação se intensifica de forma verdadeiramente tocante.

Partindo de um improviso durante a performance no Sydney Opera House, realizada no último mês, Hopkins decidiu investir no uso de pianos detalhistas que se completam pelo violino atmosférico de Emma Smith. O resultado dessa delicada parceria está na entrega de uma faixa que parece confortar o ouvinte, como uma fuga dos temas eletrônicos anteriormente testados pelo produtor britânico. Esse é o segundo grande lançamento do artista em um intervalo de poucos meses. Em dezembro, o músico revelou a ótima Luminous Spaces, encontro com a conterrânea Kelly Lee Owens.



Jon Hopkins – Scene Suspended