Karina Buhr: “Eu Sou Um Monstro”

.

Hoje eu não quero falar de beleza / Ouvir você me chamar de princesa / Eu sou um monstro“. O verso forte que marca o refrão de Eu Sou um Monstro surge como um reforço raivoso (e fundamental) para o terceiro álbum de inéditas da baiana Karina Buhr. Intitulado Selvática (2015), o registro sustenta logo na própria capa – imagem acima – a crueza e completa agressividade do novo projeto assinado pela cantora.

Com o peito desnudo e um punhal em mãos, Buhr se apresenta como uma guerreira, pronta para os diferentes conflitos dentro da selva urbana, entre eles o ataque ao machismo e o preciso debate sobre empoderamento feminino, elementos centrais da temática alavancada no interior da presente faixa.

Em se tratando dos arranjos e toda a base instrumental que invade a canção, uma inevitável sequência do material apresentado desde a estreia com Eu Menti pra Você (2010). Instantes de raiva e calmaria que lentamente abraçam as mesmas guitarras e crueza reforçada pela artista nas faixas do ainda intenso Longe de Onde (2011). Em processo de financiamento coletivo, Selvática conta com 11 composições inéditas e deve ser apresentado ao público nos próximos meses.

.

Karina Buhr – Eu Sou Um Monstro


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend