Karina Buhr: “Sangue Frio”

Foto: Alle Manzano

A crueza explícita em Selvática – 6º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2015 –, continua a ecoar pela obra de Karina Buhr. Quatro anos após o lançamento do último trabalho de estúdio, a cantora e compositora pernambucana está de volta com Sangue Frio. Marcada pelo discurso político e evidente peso na formação dos arranjos, estrutura que vem sendo aprimorado desde o intenso Longe de Onde (2011), a canção mostra o caminho que deve ser percorrido pela artista nas próximas semanas, abrindo passagem para o quarto álbum de Buhr

O tempo tá matador / Precisando exercitar paz e amor“, canta enquanto guitarras e batidas fortes se entrelaçam de maneira incerta, detalhando a estrutura caótica adotada por Buhr até o encerramento da canção. Com percussão e versos assinados pela própria artista, a música ainda se abre para a chegada de um time seleto de colaboradores. São sintetizadores de Ze Nigro, trombone e pandeiro de Mestre Nico, tarol de Sthe Araujo e guitarras assinadas por Neo Muyanga e Regis Damasceno, esse último, também responsável pela co-produção da faixa junto da cantora.


Karina Buhr – Sangue Frio


Leave a Reply

Send this to friend