Kelela: “Blue Light” (VÍDEO)

 

Em um intervalo de poucos anos, Kelela Mizanekristos deixou de ser apenas a voz de apoio em diferentes projetos da cena norte-americana, caso de Teengirl Fantasy, Kingdom e Kindness, para se transformar em uma das principais representantes do novo R&B. O resultado dessa profunda transformação ecoa de maneira explícita no curto repertório formado pela mixtape Cut 4 Me, lançada em 2013, e, principalmente, no elogiado Hallucinogen EP (2015), ponto de partida criativo para o primeiro álbum de estúdio da cantora, o confessional (e provocativo) Take Me Apart (2017, Warp).

Cercada de velhos colaboradores, caso de Bok Bok, Arca e Jack Latham (Jam City), parceiro de longa data e, junto de Ariel Rechtshaid (HAIM, Carly Rae Jepsen), um dos produtores executivos do disco, Kelela encontra no trabalho uma acolhedora zona de conforto. São temas eletrônicos que garantem ao público uma versão remodelada do Jazz/Soul dos anos 1990, conceito que vem sendo explorado pela artista desde o começo da carreira. Um som futurístico, torto e intimista, reflexo da forte influência de Björk e, mais recentemente, da conterrânea Solange. Leia o texto completo.

Assista eu fazendo sexo com o meu cabelo“, provocou Kelela durante o anúncio de lançamento do clipe de Blue Light. Claramente inspirado nos trabalhos de Björk produzidos ao final dos anos 1990, o vídeo dirigido por Helmi deliciosamente se divide entre a estranheza e a provocação.

 

Kelela – Blue Light

Veja também:


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend