Kelela: “Enemy”

Kelela

.

Não, a cantora da imagem não é Luciana Mello (ela ainda existe?), mas sim Kelela, um dos nomes mais interessantes da nova safra do R&B e que, na contramão de outros artistas do gênero, é estadunidense. O afastamento da cena britânica não apenas distancia a proposta estética da cantora de um efeito letárgico, como na construção de Enemy intensifica a presença dos sons, samples e principalmente batidas que acompanham a faixa. Em um efeito de contraste aos vocais, a canção, assinada por Nguzunguzu faz do terreno proposto para a cantora um cenário irregular, como se a cada curva musical os rumos fossem outros. Com ares de Björk, a cantora aproveita do efeito instável da melodia para trabalhar a própria voz como um instrumento, fazendo dos quatro minutos da faixa um ambiente recheado por coros, gritos e vocalizações sempre intensas. A canção é parte da mixtape Cut 4 Me, prevista para estrear no dia primeiro de Outubro.

.


Kelela – Enemy