Kelly Lee Owens: “Spaces”

 

De todos os trabalhos lançados por Kelly Lee Owens nos últimos meses, a autointitulada estreia de Kelly Lee Owens segue como uma das mais interessantes. Em um passeio curioso pela música eletrônica produzida nas últimas quatro décadas, a cantora e produtora inglesa vai de encontro aos temas ambientais da década de 1970, passa pelo uso controlado do synthpop nos anos 1980 e chega até o início da década seguinte bebendo do house/techno.

Deixada de fora da edição final do disco, porém, resgatada para versão especial do trabalho, a recém-lançada Spaces talvez sintetize parte desse universo de referências que compõem o trabalho de Owens. São pouco menos de quatro minutos em que a artista britânica transforma a própria voz em um minucioso instrumento, costurando camadas de temas etéreos e melodias sintetizadas de forma sempre acolhedora, tocando o onírico a todo instante.

 

Kelly Lee Owens – Spaces


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend